SPOILER! A resenha abaixo contém informações demais para quem ainda não leu o primeiro livro.

Não sei se vocês notaram aqui no final da sidebar o banner, mas de qualquer forma, eu estava participando do Book Tour desse livro e fiquei muito feliz por ter sido uma das escolhidas. Estava doida para ler essa continuação e rir com o senso de humor da Karla Cristina. Devo dizer que não me arrependi, nem por um momento.

Título Original: Antes Tarde que Mais Tarde Ainda
Autor(a): Liana Cupini
Editora: Modo Editora
Nº de Páginas: 202

Sinopse
(Cinco anos depois do Antes Tarde que Mais Tarde) Aos 34 anos e 13 meses a vida de Karla Kristina terá um novo turbilhão de emoções: grávida, ela enfim conhecerá a sogra, uma socialite paulista que promete transformar sua vida radicalmente, incluindo um maravilhoso casamento na Europa e um novo apartamento. Será que Karla esta preparada para ser mãe, esposa e largar seu emprego? Um livro leve e divertido, que retrata a gravidez por um ângulo pouco visto: o das mulheres inseguras e despreparadas. Sem ser meloso, esse livro continua repleto de sentimentalismo, amor, lição de vida e temperado com uma boa dose de comédia.

Grávida!? Seria possível com ela? Pera aí, Monique! Me conta essa história direito e com calma.

É, o livro já começa com essa notícia bombástica que faz Karla ter uma rejeição tão rápida em relação a ser mãe que chega a ser engraçado. Mas, fala sério, estamos falando de Karla Kristina e quando se trata de ter uma família e casamento, ela já é a primeira a pedir pra sair.

Depois de cinco anos desde a história do primeiro livro onde Karla foi largada pelo ex-namorado, passou pelo repaginada e conheceu Max, seu atual namorado/marido, ela finalmente teve a sua realização como profissional quando se tornou sócia de uma grande empresa de advogados. Já Max virou um juiz muito requisitado que nunca para em casa, então já sabemos que o relacionamento dos dois não pode estar tão bem como no começo do namoro e houve um grande afastamento entre eles, mesmo que morem juntos. Então, ao meu ver, a gravidez veio no melhor momento para tentar resgatá-los de um possível futuro trágico.

A notícia de gravidez correu super rápido, rápido demais para dar tempo dela fugir para algum burraco e se esconder de todas as coisas que estão vindo a seguir em sua até então “vida normal”. Os amigos mais próximos arrumam aquela festinha surpresa que acaba pegando Max de surpresa que reage com um pedido de casamento na frente de todos. Ahn!? Gravidez confirmada e pedido de casamento no mesmo dia? Nossa Liana, isso é muita maldade com a Karla, não acha? Conhecendo ela como eu conheço, é claro que a rejeição seria automática, mesmo que ela ainda estivesse aceitando e tentando parecer normal do lado de fora.

Os acontecimentos após as duas notícias bombásticas é super engraçado, ainda mais quando ela finalmente conhece a sua sogra que vem evitando todos esses anos por pura insegurança. Karla acaba ganhando da sua sogrinha um casamento na Europa e um apartamento novinho em folha no mesmo prédio dela. Só que o melhor de tudo isso são os pensamentos dela enquanto as coisas vão acontecendo e a sua confusão interior que parece não acabar nunca. Eu ri bastante em diversos momentos e eu já esperava por isso, até porque essa personagem é sem dúvidas sensacional. Não é pra menos.

Todo mundo ao seu redor parecia achar um máximo as notícias, principalmente a mãe dela que finalmente veria sua filha casar na igreja com direito a tudo e mais ainda. Os amigos também, principalmente nosso incrível Leli que na minha opinião merece um livro extra só para ele, já que é um romântico incorrigível. Então, Karla se sente trinta vezes mais pressionada a ter essa vida que estão empurrando a ela. Eu achei um máximo o fato dela reagir dessa maneira, mesmo que chegou uma certa hora que começou a me irritar, pois ela tem o cara “perfeito” e o futuro completo em suas mãos e estava com toda aquela rejeição desnecessária. De qualquer forma, o desfecho me deixou contente e realizada assim como todas as pessoas envolvidas na história.

Como o primeiro livro, a Liana soube muito bem como levar a história e terminá-la da forma correta, ainda mais nesse livro que temos uma surpresa muito agradável no final. Confesso que fiquei com medo dessa continuação não me agradar como a primeira parte, mas tudo ocorreu bem. E o que eu posso dizer é que se você gosta de uma boa história com momentos engraçados e dar umas boas risadas enquanto lê, essa trilogia é sem dúvidas a sua cara. Até porque uma protagonista como essa não é todos os dias que achamos por ai, ainda mais uma que leva uma vida que a qualquer momento pode acontecer tudo ao mesmo tempo e fazer com que ela tenha todos os tipos de sinônimos do medo possível. Esse é o grande charme de estar na pele da Karla Kristina.

Enfim. Só lendo esse livro para saber o que estou falando.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *